miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

O Mar

O Mar é profundo,na serenidade, que nos traz.

O gesto de observar, o Mar traz-nos paz,

Leva-nos para lá do horizonte...

Nós fazemos viagens, quando olhamos o Mar!

Azul, prateado ,salpicado de renda branca, com a sua espuma...

As suas ondas bailam ao sabor do vento,

Vêm beijar a areia, com suavidade...

Deixam-nos as pedrinhas, redondinhas

De várias cores, e as conchas...

Que vieram de onde?

Quem viveu dentro delas?

E o Mar, ao pôr do Sol!

É indiscritível a sua beleza!

As gaivotas a planar, sobre as águas,

É uma visão de plenitude.

Aquela bola de fogo,

Que se deita no horizonte,

Sem tomarmos consciência,

Já poisa na água...

Deixando a sua luz, reflectida

Como se um vestido de cauda fosse...

Depois vai, vai, ...e desaparece.

Tudo fica mais triste!

Mas, a alma, está mais quente com tanto esplendor!

Mas, o Mar não nos traz só , tranquilidade?

Não! Por vezes ruge de tão zangado, que está,

Com a ajuda do vento, levanta as suas ondas,

Que para além de espectaculares,

São assustadoras!

Levam tudo à frente...

O Mar quer espaço, quer sair, está zangado!

O homem fica assustado,

Com tanto rebombar das ondas...

Que lhe destrói, o que pensava que era seu.

Fica com o olhar perdido, triste,

Naquela imensidão de ondas,

Castanhas, sujas!

Até a espuma é escura...

É tão triste! Mas é a Natureza!

E...no outro dia, ao nascer do Sol,

O Mar mostra mansidão, e sossega,

Beija novamente a areia...

E com a sua brisa, afaga-nos também!

 

 

 

 

 

 

Fotos tiradas ontem na Praia do Furadouro.

O texto já o postei uma vez, foi feito por mim já a algum tempo.

 

publicado por miilay às 11:39
sinto-me:

7 comentários:

Não conhecia o texto.
Sim o mar até tudo isto e ainda:
Desperta-nos a curiosidade, provoca-nos tentação e respeito.

Parabéns Miilay e tem um dia sem águas agitadas.

Eu, minha amiga, sou aquela que conheces do meu blogue, sem tirar nem pôr.

Recebe um abracinho silêncioso, mas ternurento.


DyDa/Flordeliz a 14 de Novembro de 2011 às 14:13
Flor, Obrigada pelo carinho.
Beijinho
miilay
miilay a 15 de Novembro de 2011 às 21:28
Gostei do texto, ainda não o tinha lido antes.
O mar , eu adoro o mar!
Gosto de o ver nesta altura, bravo , com grandes ondas...
Beijinhos
Rosinda
Rosinda a 14 de Novembro de 2011 às 17:59
Rosinda, Amiga, ainda bem que gostaste do texto e sei que gostas do mar, Valeu.
Obrigada pela tua simpatia
Beijinho
miilay
miilay a 15 de Novembro de 2011 às 21:31
olá amiga...
és das minhas adoras o mar, tal como eu.
É meu carregador de baterias seja verão ou inverno, pena ser um pouco longe daqui, caso contrário seria meu destino muitas vezes assim fico-me pelo rio ... é bom também.
Beijinho
jornalitovirtual a 15 de Novembro de 2011 às 18:25
Olá! O Mar tem esse dom de nos desencadear, várias emoções, tal e qual as suas ondulações ou suavidade.
Beijinho
miilay
miilay a 15 de Novembro de 2011 às 21:32
foi lindo o que escreveste,eu adorei.
sandrafofinha25 a 18 de Novembro de 2011 às 14:06

mais sobre mim

Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
20
23
25
27
29

pesquisar

 

comentários recentes

  • Gostei que tivesse passado , gostou? ou só viu est...
  • Obrigada! Rita eu já fui apaixonada por este blog,...
  • Obrigada! Foi uma forma de me trazer até aqui, ao ...
  • Muito interessante!
  • Gostei muito do seu blog obrigado
  • O telhado da casa não tem nada a ver.
  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro