miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Domingo, 19 de Agosto de 2012

O Passeio continuou

Na subida do Douro desde a Régua até Barca d´Alva, tivemos que fazer a eclusagem em três barragens, Bagaúste, Valeira e Pocinho. Mais uma vez apreciei este processo e digo-vos mete cá um respeitinho! Ui, Ui. Estávamos a 32m e subimos esta altura para continuarmos a viagem. É surpreendente a engenharia.

Quando chegámos a Barca d´Alva, fizemos a viagem de autocarro até ao Pocinho, entre risos e sorrisos pois como já vos disse o nosso grupo de oito pessoas era do melhor! Quando chegámos ao Pocinho entrámos no comboio, e assim chegámos à Régua. Foi uma viagem agradabilíssima.

Fomos ao hotel, tomar um banho e saímos para jantar num Restaurante que nos tinha chamado a atenção no dia anterior, o Gato Preto. Não queiram saber, eram nove horas e fomos servidos às dez e trinta!!!! Estivemos para pagar o vinho e o pão e sairmos ,mas depois de termos dito que não estavam preparados para ter um Restaurante lá se apressaram e trouxeram a comida, enfim, Portugal ainda tem que aprender a receber com qualidade.

No dia seguinte fomos a Vila Real, e fomos às Fisgas do Ermelo, Lamas d Ólo, no Parque  natural do Alvão, Magnífico! As montanhas, as quedas de água a barragem do Barreiro, de uma plenitude! O que se nos deparava ao olhar era imponente, majestoso, gostei imenso, apesar daquelas curvas e contracurvas.  Regressámos a Vila Real, e fomos almoçar. Que belo almoço! Cabritinho assado no forno e fralda de vitela assada, e um vinho fresquinho ... Foi um lauto almoço.

Depois passear por Vila Real para conhecer, bem a cidade. 

Foi muito bom.

 

 

 

 

 

 

 

 Fisgas do Ermelo

 

 

 

 

 

 O almoço

 

 Igreja em Vila Real.

publicado por miilay às 17:52
tags:
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

Os meus Passeios

Os dias de férias que para a maioria são de praia e só assim fazem sentido, podem ser aproveitados de uma forma mais variada e irmos conhecer, o nosso PORTUGAL.

Eu, o Manel e uns Amigos temos passado dias de uma alegria  e emoção até, pois a Natureza tem o dom de nos maravilhar, tanto no Mar, no Rio e na Serra.

A nível de emoções temos partilhado momentos ,dias inesquecíveis.

Depois de termos estado em Viana do Castelo, onde os nossos olhos ficaram maravilhados com as paisagens que avistamos da Stª Luzia, eu pude maravilhar-me com uma vista panorâmica desde o zimbório, e para tal subi de elevador até ao quinto andar e depois,nem queiram saber, era uma escada em caracol estreitinha, só de lado se subia, e quando pensávamos que já tínhamos atingido o topo aparece-nos outra escada em caracol em metal, essa sim que nos levou ao cimo, ali quase a bater na cruz deste Santuário. Valeu a pena, mas as pernas continuaram a tremer passado aí, uma meia hora , após ter chegado cá em baixo.

As maravilhosas experiências continuaram quando chegámos ao hotel, e usufruímos da beleza que se nos apresentava, daquela varanda do quarto, ali, a trinta metros o Oceano com todo o seu esplendor desde o nascer ao pôr do Sol, com a maré baixa e a maré alta.

A piscina de água salgada e quentinha com todos os repuxos e ondas??? , toda envidraçada ,de onde também se via o mar, o sol a bater-nos no rosto, era só fechar os olhos e imaginarmo-nos num local paradisíaco, pois as emoções de amor e companheirismo vieram ao de cima e assim partilhámos sorrisos, gargalhadas, experiências, que vão ficar na memória.

Viemos depois para casa, e passado um dia já estávamos em Lamego, e seguimos para Peso da Régua, com opropósito de subirmos de barco até Barca dÁlva. O hotel muito bem situado , ali nas margens do rio Douro, lindo, lindo. Passeámos ,nadámos na piscina de água normal, (fria), e depois uma noite bem passada, lá rumamos ao Barco Douro Azul. A viagem nestas águas calmas do rio Douro com as margens cheias de vinhas, O Douro Vinhateiro! foi um dia onde os nossos olhos se maravilharam com estas paisagens, e o nosso coração cheio, de emoção por assistirmos a tamanha beleza, que só um Ser superior pode dar-nos.

O grupo que nos acompanhava era magnífico, e passámos um dia maravilhoso. O Passeio é uma das experiências que recomendo. ( amanhã continuo).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A piscina 

 O Santuário- A Sr.ª dos Remédios

 

 O barco

 

 As margens e leito do rio fabuloso.

 

 

As vinhas do Douro.

 

publicado por miilay às 16:36
Sábado, 11 de Agosto de 2012

Pôr do Sol, Viana do Castelo

 

 

 

Foram uns dias tão bons!!!!

publicado por miilay às 17:30
Quarta-feira, 08 de Agosto de 2012

Viagem

Aparelhei o barco da ilusão
E reforcei a fé de marinheiro.
Era longe o meu sonho, e traiçoeiro
O mar...
(Só nos é concedida
Esta vida
Que temos;
E é nela que é preciso
Procurar
O velho paraíso
Que perdemos).
Prestes, larguei a vela
E disse adeus ao cais, à paz tolhida.
Desmedida,
A revolta imensidão
Transforma dia a dia a embarcação
Numa errante e alada sepultura...
Mas corto as ondas sem desanimar.
Em qualquer aventura,
O que importa é partir, não é chegar.

 

Miguel Torga

 

 

 

 

 





E de novo vou de viagem! Que sorte! Mas é cá dentro!!!

publicado por miilay às 22:55
tags:
Segunda-feira, 06 de Agosto de 2012

A foto do girassol

 

 

Foto tirada numa das caminhadas.

 

 "

As férias batem à porta

impacientes, querem entrar;

são amigas do calor

do sol, da praia e do mar.

 

Trazem festas populares,

foguetes, bombos, melão

pimentos, sardinha assada,

dias quentes de Verão.

 

Trazem pêssegos, cerejas,

fatias de melancia,

viagens, tendas, caravanas

descobertas, alegria.

 

As férias batem à porta

por favor deixem entrar

o ano só tem um Verão

é preciso aproveitar."

publicado por miilay às 23:38
tags:
Domingo, 05 de Agosto de 2012

A minha Praia- Mira

 

 Caminhadas, por percursos com estas paisagens!

 

 O pôr do Sol!

 

 O Mar!

 

 

O meu cantinho!!!

publicado por miilay às 23:19
Quinta-feira, 02 de Agosto de 2012

Estátua de Fernando Lopes Graça- Tomar

 

 

 

[Catty26, 01/05/2012] A Estátua Lopes Graça é um monumento existente na cidade de Tomar em homenagem ao músico, escritor e compositor Fernando Lopes Graça. A escultura encontra-se num banco de jardim, próximo do Nabão, e consiste numa imagem de Lopes Graça à conversa com o seu grande amigo Nini Ferreira. É curiosa esta obra que não passa despercebida aos olhos de ninguém. Toda a gente a quer contemplar, fotografar, admirar...até há quem se sente no meio dela para tirar fotografias. Parecem mesmo pessoas de verdade se as observarmos de longe. Está realmente uma obra bem feita, em barro e com tons de verde 

 

 

 

Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.

Fernando Pessoa





 

 

publicado por miilay às 00:41

mais sobre mim

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
21
22
25
26
27
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.
  • belas :)
  • Se é para mim recebo-a com muito carinho e amizade...
  • Verdade.Já tenho saudades da ria.Um destes dias......
  • E era bem gira.Olá Miilay feliz 2017.Faz tempo que...
  • Obrigada,Feliz Ano para si e cuidado com o frio,aí...
  • Manu, estou bem, e a fazer os possíveis para não f...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds