miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Sábado, 16 de Julho de 2011

VERSOS - Antero de Quental

 

 

 

 

 

 

 

 

VERSOS

 

As flores que nossa alma descuidada

Colhe na mocidade com mão casta,

São belas, sim: basta aspirá-las, basta

Uma vez, fica a gente enfeitiçada.

 

Nascem num prado ou riba sossegada,

Sob um céu puro e luz serena e vasta;

Têm fragrância subtil, mas nunca exausta,

Falam d'Amor e Bem à alma enlevada...

 

Mas as flores nascidas sobre asfalto

Dessas ruas, no pó e entre o bulício,

Sem ar, sem luz, sem um sorrir do alto,

 

Que têm elas, que assim nos endoidecem?

Têm o que mais as almas apetecem...

Têm o aroma irritante e acre do Vício!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por miilay às 15:57
tags:

mais sobre mim

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
22
27
31

pesquisar

 

comentários recentes

  • Gostei que tivesse passado , gostou? ou só viu est...
  • Obrigada! Rita eu já fui apaixonada por este blog,...
  • Obrigada! Foi uma forma de me trazer até aqui, ao ...
  • Muito interessante!
  • Gostei muito do seu blog obrigado
  • O telhado da casa não tem nada a ver.
  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds