miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Domingo, 18 de Abril de 2010

PAISAGEM - PARQUE DE LA-SALETE

Hoje dia Mundial dos Monumentos e Sítios ,resolvi escrever sobre" O Parque de La-Salete "

 

O Parque de La-Salete fica situado no concelho de Oliveira de Azeméis.

Este concelho fica entre o mar e a serra, numa chã airosa que divide os vales dos rios Antuã e Ul, a 220m de altitude.

Detentor de paisagens de rara beleza e de um património histórico e cultural considerável, Oliveira de Azeméis e o seu território concelhio oferecem, a qualquer forasteiro, o repouso e a tranquilidade reconfortantes do campo, conjugados com a azáfama e o bulício do ambiente urbano de algumas freguesias.

No cabeço que  já se chamou Monte do Crasto, eleva-se a capela de Nossa Senhora de La-Salete.

A primeira capela de Nossa Senhora de La-Salete, foi concluída em 1880, tendo sido lançada a primeira pedra em 1871.Mas, passados uns anos em 1908, constituiu-se uma Comissão Patriótica Oliveirense, que teve como presidente, Domingos José da Costa, grande e esforçado obreiro desta obra maravilhosa, que é o Parque de La-Salete.

Em 1909 e depois de várias deligências, autorizações e boas vontades, começa uma meritória  obra de criação de paisagem, da autoria do director dos Jardins Municipais do Porto, Jerónimo Monteiro da Costa e de seu filho, o arquitecto paisagista José Monteiro da Costa.

Um motor a petróleo no sopé do monte, levava àgua para a gruta que fica no ponto mais alto, junto à capela.

Fez-se uma rede completa, rede de esgotos pluviais, um lago. arruamentos com valetas cimentadas, plantaram-se milhares de árvores: Acer, Plátano-bastardo, Castanheiro- da-Ìndia, Medronheiro, Banksia-da-costa, Cameleira, Casuarina,Pervica-de-Madagáscar,Sequóia ...Enfim transformou-se o árido e agreste Monte dos Crasto num aprazível e verdejante Parque de La-Salete.

Tudo obra do Homem, numa época em que a maquinaria e a tecnologia de que hoje disposmos não existia.

Isto foi na área envolvente, mas a capela existente era pequena.

Então no dia 23 de Março de 1923, começou a erguer-se o novo Templo, o que ainda hoje existe e que foi benzido e reaberto ao público, ainda por acabar no dia 19 de Setembro de 1932, só ficando concluído a 14 de Agosto de 1940.

è um Santuário da época Revivalista.Monumento gótico, compõe-se de átrio, nave de três pequenos tramos, e Santuário poligonal de três faces. O átrio avança entre dois torreões baixos, ficando acima, em plano recuado, larga rosácea e dominado, o vértice da empena , uma grande estátua da Virgem do escultor Henrique Moreira.

A meio da cobertura geral, coruchéu de remate em pirâmide .Em cada tramo, duas frestas emparelhadas. Nas do Santuário, vitrais policromos e figurativos; na rosácea, outros mas geométricos com figuras ao centro; estes da autoria de R. Leone (Lisboa-1925)

do varandim de 98 degraus tem-se uma vista admirável.

 

 

Concluindo, este espaço - Parque de La-Salete- a nível proxémico, infra-cultural é uma organização fixa, radiocêntrico e promove um espaço sóciopeto, leva as pessoas ao contacto, promove a comunicação.

As pessoas vivem este espaço, tanto a nível de contacto pessoal como público e até intimo, a distância escolhida depende das relações inter- individuais, dos sentimentos e actividades dos indivíduos que se servem deste espaço polivalente.É um espaço que tem promovido cultura popular, com concertos de música tradicional, encontros de poesia popular, feiras de artesanato, feiras do livro, folclore.

è um espaço de encontro com a Natureza para relaxar, conversar, para fazer exercício físico, para actos religiosos, de lazer, resimindo um espaço que vai ao encontro dos interesses individuais e colectivos.

É um espaço que foi criado por uma organização que apelava à cidadania, e que valorizaram a comunidade, onde houve participação de um grupo, na gestão de recursos materiais, humanos sem fins lucrativos para a criação de um espaço, que é hoje o orgulho da cidade de Oliveira de Azeméis e de Todos os Oliveirenses.

 

Bibliografia

GUEDES, António Cesar, O Parque e Santuário de La-Salete em Oliveira de Azeméis. Caima Press, Edições, 1999.

A. Bastos Trabalho Gestão de Espaços, 2002

 

 

publicado por miilay às 23:07
tags:

mais sobre mim

Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
26

pesquisar

 

comentários recentes

  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.
  • belas :)
  • Se é para mim recebo-a com muito carinho e amizade...
  • Verdade.Já tenho saudades da ria.Um destes dias......
  • E era bem gira.Olá Miilay feliz 2017.Faz tempo que...
  • Obrigada,Feliz Ano para si e cuidado com o frio,aí...
  • Manu, estou bem, e a fazer os possíveis para não f...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds