miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2013

Canção do Outono

CANÇÃO DE OUTONO

Perdoa-me, folha seca, 
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo, 
e até do amor me perdi.

De que serviu tecer flores
pelas areias do chão, 
se havia gente dormindo 
sobre o própro coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando áqueles 
que não se levantarão...

Tu és a folha de outono 
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...

Cecília Meireles











publicado por miilay às 23:07
tags:

4 comentários:

Ser poeta é realmente "ser mais alto".
Bjs e Bom fim de semana.
rabiscos a 18 de Outubro de 2013 às 09:55
Maria, a poesia preenche-nos a alma.
BFS
Um abraço
miilay
miilay a 19 de Outubro de 2013 às 22:42
Estas tonalidades outonais encantam-me!

Bom fim de semana

Beijos Miilay
Existe um Olhar a 19 de Outubro de 2013 às 08:56
Manu, nós ,os tons Outonais e o Mar temos tudo a ver.
BFS
Um abraço apertadinho
miilay
miilay a 19 de Outubro de 2013 às 22:43

mais sobre mim

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
18
20
21
23
27
29

pesquisar

 

comentários recentes

  • Gostei que tivesse passado , gostou? ou só viu est...
  • Obrigada! Rita eu já fui apaixonada por este blog,...
  • Obrigada! Foi uma forma de me trazer até aqui, ao ...
  • Muito interessante!
  • Gostei muito do seu blog obrigado
  • O telhado da casa não tem nada a ver.
  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro