miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Domingo, 03 de Fevereiro de 2013

Crescer a Brincar

 

 

CRESCER A BRINCAR

 

Brinca a criança 

quase todoo dia

olhar de esperança

de infinita alegria

Brincando, correndo,

ela vai crescendo.

 

Brinca às escondidas,

brinca à cabra-cega,

brinca às corridas,

brinca no escorrega,

Ninguém a sossega.

 

Brinca às cavalitas

do pai, do irmão,

com muita nalegria,

com muita euforia,

com muita emoção.

 

Brinca no baloiço,

parar só concorda

quando está cansada.

De novo, encantada,

brinca e salta à corda.

 

Brinca ao sobe e desce,

bincar não esquece.

Brinca com o cão

e o irmão.

Que imaginação.

 

Brinca com triciclos,

anda em carrinhos

mesmo sem motor,

a todo o vapor,

por quaisquer caminhos.

 

Brinca, anda à roda

e ao mesmo tempo

canta canções

que andam na moda.

Brinca aos corredores

com a bicicleta,

faz grande chinfrim

ao chegar ao fim,

ao cortar a meta.

 

Brinca com o arco,

brinca com a bola,

lança o pião

com toda a atenção

sem faltar à Escola.

 

E se é menina

não larga a boneca,

em tudo a domina:

dá-lhe de comer,

põe-na a tocar

com muito prazer,

veste-a a preceito,

embala-a com jeito, 

põe-na a dormir

num jogo a fingir

num jogo tão sério

num jogo mistério.

 

A criança brinca 

com vários brinquedos

e quando bebé

prende-os nos dedos

e feliz os trinca

para os conhecer,

ler-lhes os segredos

e perder seus medos,

começa a crescer!

 

Brinca a criança

quase todo o dia,

olhar de esperança,

de infinda alegria.

Brincando correndo

ela vai crescendo.

 

( Fernando Cardoso)

 

 

publicado por miilay às 17:43
tags:

6 comentários:

Brinca e vai testando
Aprendendo brincando
Brinca e vai sonhando
Num mundo encantado

Brinca vai correndo
Aprendendo caindo
Brinca ao pescador
Num mar que é fingido

E é depois da faina
Largando a traineira
Que logo quer ser doutor
Nova brincadeira

Escolhe ser médico
Veste a bata branca
Cumprimenta o doente
Pergunta o que sente

Ficou muito sério
Prescreve no receituário
Não receita injecção
Sabe o quanto faz doer

Escolheu um xarope
Com sabor a laranja
Vai aliviar o nariz
E também a garganta

É um médico bondoso
Pensa num remédio docinho
Lembra o sumo da avó
Feito com muito carinho


Brincadeira de criança
Tudo tem solução
É simples é barato
E sem confusão
DyDa/Flordeliz a 5 de Fevereiro de 2013 às 00:43
Flor, que bem verseja a minha Amiga! Está lindo!
Um abraço apertadinho
miilay
miilay a 6 de Fevereiro de 2013 às 22:48
A brincar se leva a vida,a brincar existe um mundo perfeito!! Beijinhos fofinhos amiguinha e maravilhosa semana para ti,fica com deus e com os anjinhos do céu!!
sofiazinha a 5 de Fevereiro de 2013 às 13:54
Obrigada pelas tuas palavras.

miilay
miilay a 6 de Fevereiro de 2013 às 22:49
As crianças são um amor...
beijinho amiga
Rosinda
Rosinda a 5 de Fevereiro de 2013 às 20:00
Amiga são mesmo. E eu que o diga ,quando estão cá em casa é uma alegria.
Um xi apertadinho
miilay
miilay a 6 de Fevereiro de 2013 às 22:51

mais sobre mim

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
19
21
22
23
24
25
26

pesquisar

 

comentários recentes

  • Gostei que tivesse passado , gostou? ou só viu est...
  • Obrigada! Rita eu já fui apaixonada por este blog,...
  • Obrigada! Foi uma forma de me trazer até aqui, ao ...
  • Muito interessante!
  • Gostei muito do seu blog obrigado
  • O telhado da casa não tem nada a ver.
  • boa tarde, sabe dizer-me qual é o outro nome pelo ...
  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro