miilay

" Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida, para um novo avanço"Gabriela Mistral, poetisa

Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

Hoje,não tenho cravos

Os dias têm sido passados com alguma ansiedade e esperança ao mesmo tempo. Por um lado quero acreditar e ser positiva, para que as situações se vão resolvendo  e eu possa continuar a sorrir e a transmitir a quem comigo se cruza que a Vida tem sentido.

No entanto não tem sido fácil, mas neste dia 25 de Abril, não vou falar do problema de saúde da minha mãe,da biópsia que o Manel teve que fazer, do estado apático do meu pai e do estado em que está a avó Bina, hoje quero mostrar que sou mesmo uma mulher forte, que gosta da liberdade conseguida neste dia ,à 38 anos, e que a minha casa é o meu ninho onde eu gosto de estar, de tratar, de cuidar, de receber... Adoro flores, hoje é dia do cravo vermelho mas, não tenho ,então fico com estas:

 

 

Dentro de casa

 

 

 

 

Fora de casa

 

 

 

publicado por miilay às 18:34
tags:

18 comentários:

Também não tenho cravos Milay, mas tenho a força d euma mulher que viveu há 38 anos a sua primeira experiência de liberdade, com respeito e camaradagem, com muita esperança e hoje com a mesma garra pretendo lutar pelo que é do Povo, as conquistas de abril não se podem perder...façamos ouvir a nossa voz
flordelaranjeira a 25 de Abril de 2012 às 19:03
Amiga, claro que iremos continuar a lutar com a mesma garra, mas no entanto mais tristes por vermos a extinguirem-se direitos sociais que tanto custaram a ganhar. Esperança!
Beijinho
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 14:56
Apesar dos problemas que a vida nos coloca, é preciso acreditar que amanhã será um dia mais feliz!

Não há cravos vermelhos, mas quem não tem cão caça com gato já diz o ditado. As que tu aqui colocaste também são muito bonitas!

Bom resto de feriado!
Amigo,tento ser positiva, mas nem sempre consigo, o sol está a querer aparecer, vamos lá a ver se chega aos meus dias...Obrigada.
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 14:59
miilay não se perdeu muito em não ter cravos, muito pelo contrario. As flores com que nos brindou são muito mais bonitas. Eu pessoalmente nunca gostei de cravos, mas claro que gosto do significado deles. Não fosse eu uma defensora da liberdade. Beijinho e as melhoras para todos
momentosdisparatados a 25 de Abril de 2012 às 19:43
Amiga, Obrigada, há-de passar, mas entretanto nós temos que ir buscar um sorriso aos Amigos.
Um abraço
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:01
Se somos livres hoje deveria ser dia do que mais nos apetecer :-) Cravos, rosas, amores, margaridas, orquídeas...

Não estou triste contigo, porque haveria? Eu sou assim!
Há épocas em que ando mais ocupada e o tempo foge-me...
Dias em que leio e não comento...
Outros em que nem uma nem outra coisa...
E ainda aqueles em que desapareço.

Mas não me afasto. Fico no meu cantinho - qual gato que enfia a cabeça entre as pernas e parece alheio, no entanto está atento ao pássaro atrevido, à lagartixa ...até de repente despertar a saltitar e a puxar as calças ao dono até o fazer desesperar ;-)

Sou assim! Nada a fazer :-)

Costumo dizer que demoro tempo, mas acabo por passar pelos vossos espaços e quase sempre para pegar convosco, para vos arreliar.

Também sinto a vossa falta. Gosto de vos "ver", de vos sentir em visita.

Perdoa se não comento sempre.

Até amanhã


DyDa/Flordeliz a 25 de Abril de 2012 às 20:02
Flor, fiquei contente por teres aparecido, mas em liberdade!Amiga Obrigada.Mas foste uma das primeiras seguidoras e eu senti a tua falta ,só isso.
Um abraço
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:04
Minha amiga, os cravos podiam ser rosas ou estas fantásticas orquídeas que nos mostras.
Com tantos problemas se conseguirmos valorizar um pouco o que temos, já é bom.
Desejo que tudo melhore de saúde por aí .
Beijinho grande
Rosinda

Rosinda a 25 de Abril de 2012 às 20:43
Rosinda, Obrigada ,nós procuramos sempre razões e e força para continuarmos, se não quem olharia pelos nossos pais ?!!! Sei que ninguém é insubstituível, mas temos que olhar em frente e pôr um sorriso para nos aliviar o semblante. Qualquer dia estamos velhotas!!!.
Um abraço
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:09
Não tens cravos , mas tens cravinas Miilay e tens também essa força avassaladora e optimista que te faz acreditar , que apesar de todas as vicissitudes da vida, nunca deixarás de lutar e sorrir.

Beijinhos
sentaqui a 25 de Abril de 2012 às 20:59
Manu, Obrigada pela força e pelo positivismo que colocas em tudo que dizes, isso ajuda.
Beijinho
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:11
Amiga.
Estes"cravos" servem perfeitamente :)
O que importa é mater o espírito de Abril livre e vivo

Um abraço neste dia especial
Marta M
Marta M a 25 de Abril de 2012 às 21:04
Marta, SEMPRE ABRIL, e acreditemos que vamos ultrapassar este período com tantos obstáculos.
Tenhamos Esperança, para que possamos deixar um futuro menos mau para os nossos filhos e netos.
Um abraço
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:14
Amanhã será um novo dia e o sol vai brilhar inteirinho para te deixar com um sorriso. Gosto dos cravos, mas as tuas flores deixam-me sempre deliciada com a beleza.

Bjs fofos
blogando-me1 a 25 de Abril de 2012 às 22:07
Oh! Amiga que palavras carinhosas, Obrigada.
Beijinho
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:16
Eu nasci antes do 25 de abril de 1974
Se conheço a historia é de aprender a lê la....pois não a vivi
Mas que sejamos sempre livres,pois todos somos assim merecedores,pois somos e seremos sempre lutadores,com dias bons,menos bons,mas somos,não baixar as armas
A esperança e a fé sempre marcaram minha vida,menos em momentos menos bons, pois não temos os olhos abertos,mas que a liberdade exista e que seja com alguma responsabilidade também e bom senso,senão também era uma desgraça,mas viva esse dia pois é um marco importante na nossa historia.
Obrigada por nos mostrares o teu lar....e que possas sempre continuar a cuidar dos teus, saúde a todos
Beijinhos
luadoceu a 26 de Abril de 2012 às 10:44
Lua, teremos que ter sempre o espírito de Abril na nossa mente para que não nos esqueçamos do que conseguimos, apesar de agora nos quererem abafar com tantos impostos e restrições. Mas somos Portugueses, que desfraldaram velas e rumaram à procura de novos horizontes.
Beijinho
miilay
miilay a 26 de Abril de 2012 às 15:20

mais sobre mim

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
17
24
27

pesquisar

 

comentários recentes

  • Olá miilay
  • parecem as bocas de cães pequeninos, dizíamos nós ...
  • ..e perfume intenso.
  • belas :)
  • Se é para mim recebo-a com muito carinho e amizade...
  • Verdade.Já tenho saudades da ria.Um destes dias......
  • E era bem gira.Olá Miilay feliz 2017.Faz tempo que...
  • Obrigada,Feliz Ano para si e cuidado com o frio,aí...
  • Manu, estou bem, e a fazer os possíveis para não f...
  • Amiga,Obrigada, estou bem! Também ao tempo que foi...

mais comentados

Contador Visitas

blogs SAPO


Universidade de Aveiro